Sacramentos

O que é o Matrimónio?

“O Matrimónio assenta no consentimento dos contraentes, quer dizer; na vontade de se darem mútua e definitivamente [vontade livre e esclarecida] com o fim de viverem uma aliança de amor fiel e fecundo” (CIC - 1662). Quando o casamento é celebrado por dois batizados na Fé, ele é Sacramento. Através do seu "sim", os esposos recebem uma missão e a graça matrimonial - ser sinal do próprio amor de Deus, do amor de Cristo pela sua esposa, a Igreja.

De facto, o Sacramento do Matrimónio é sinal da união de Cristo e da Igreja. “Confere aos esposos a graça de se amarem com o amor com que Cristo amou a sua Igreja; a graça do sacramento aperfeiçoa assim o amor humano dos esposos, dá firmeza à sua unidade indissolúvel e santifica-os no caminho da vida eterna” (Cat. Ig. Católica – 1661). “Quando um homem e uma mulher celebram o sacramento do Matrimónio, Deus, por assim dizer, ‘espelha-se’ neles, imprime neles os seus lineamentos e o caráter inabalável do seu amor. O matrimónio é o ícone do amor de Deus por nós” (Papa Francisco, Audiência, 2 de abril de 2014).

Em que consiste o rito do matrimónio?
A celebração do matrimónio católico tem dois processos prévios visto que o matrimónio católico tem também efeitos civis. O processo civil trata-se na Conservatória do Registo Civil e o processo religioso trata-se habitualmente na paróquia da noiva. Se o casamento for celebrado na paróquia do noivo é conveniente tratar aí o processo. A paróquia onde será celebrado o matrimónio é da escolha dos noivos uma vez obtida a anuência do respectivo pároco.

Para o processo religioso, habitualmente só é necessário o Bilhete de Identidade dos noivos e as respectivas Certidões de Baptismo e Atestados de Estado Livre, estas últimas facilmente obtidas através da paróquia que organiza o processo.

Para testemunhar o ato é necessário apresentar duas testemunhas que entre nós, vulgarmente, chamam-se padrinhos.

Paralelamente ao processo, os noivos deverão participar num Curso de Preparação para o Matrimónio (CPM). O processo deve iniciar-se quatro meses antes da data prevista para o casamento. Os noivos devem dirigir-se, pessoalmente, ao cartório paroquial nos horários de atendimento.

Para iniciar processos de casamento:
Contactar o Pároco com 4 meses de antecedência da data prevista

Os fotógrafos
Os noivos podem escolher o fotógrafo que desejam, contudo, este deve obedecer às normas estabelecidas no protocolo assinado entre o Patriarcado de Lisboa e a Associação dos Fotógrafos Profissionais.

As Flores
Quando os noivos desejam ornamentar, com flores, a Igreja, devem contactar, com antecedência, os serviços da Igreja responsáveis.

Para mais informações: unidadepastoralmacedo@gmail.com

Informações de contacto

Para mais informações, entre em contacto connosco através dos seguintes meios:

Informações de contacto

Para mais informações, entre em contacto connosco através dos seguintes meios:

Informações de contacto

Para mais informações, entre em contacto connosco através dos seguintes meios: